Como Montar uma Sorveteria (Parte V) – Franquia de Sorveteria

Quinto e ultimo artigo de nossa serie, sobre Como Montar uma Sorveteria Passo a Passo.

Para o empreendedor que deseja montar uma sorveteria, com rapidez e segurança em todos os processos de gestão, as franquias são ótimas opções de negócio.

Veja a seguir lista com as principais franqueadoras de sorveteria do mercado. Cabe ao interessado à decisão cuidadosa de optar por desenvolver ou seguir um modelo pronto do segmento.

Artigos publicados da série:

Franquia de Sorveteria – Taperebá Sorvetes

size_590_Tapereba

A Taperebá Sorvetes tornou-se conhecida pelos sabores exóticos de frutas típicas das regiões Norte e Nordeste do país. A própria marca da rede faz menção a uma fruta exótica, conhecida como cajá.

A operação da rede iniciou em 2005, quando a unidade no bairro de Moema, em São Paulo, foi aberta e produzia o sorvete no mesmo local. Anos mais tarde, a empresa iniciou um estudo de expansão da marca.

Neste ano, a empresa começou a selecionar franqueados para crescer. Quem estiver interessado desembolsa de 40 mil a 120 mil reais por uma unidade. O faturamento médio é de 30 mil reais e o retorno do capital são esperados para dois anos de operação.

Para mais informações acesse: Taperebá Sorvetes

Franquia de Sorveteria – Casa do Sorvete Jundiá

size_590_Sorvete-Jundia

A primeira unidade da Casa do Sorvete Jundiá foi inaugurada em 2008, na cidade de Jundiaí, interior de São Paulo. Neste mesmo ano, a empresa entrou para o sistema de franchising. Os picolés e sorvetes de massa são fornecidos pela fábrica, localizada em Itupeva, e o restante é produzido na própria unidade, como as linhas soft e frozen.

Além de São Paulo, a Casa do Sorvete Jundiá tem franquias no estado de Santa Catarina e duas em fase de instalação no Rio de Janeiro. Neste final de ano e ao longo de 2012, a rede fechou ações de merchandising e até doações de franquias.

A expectativa da rede é vender 56 franquias somente no ano que vem. O investimento inicial vai de 89,2 mil a 157,3 mil reais. As lojas faturam até 66 mil reais por mês e o prazo de retorno é de 10 a 20 meses.

Para mais informações acesse: Casa do Sorvete Jundiá

Franquia de Sorveteria – Chiquinho Sorvetes

size_590_Chiquinho-Sorvetes

Desde 1982, Francisco Oliveira trabalhou para que a Chiquinho Sorvetes crescesse. Hoje, a rede criada no interior de São Paulo conta com 120 unidades. As lojas se espalharam pelo interior de São Paulo e chegaram a outros estados: Paraná, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso. A unidade própria, considerada loja modelo, fica no município de São José do Rio Preto. A marca trabalha com o calendário de lançamentos a cada quatro meses. Cada unidade tem faturamento médio de 40 mil reais. O investimento começa em 250 mil reais e o retorno vem em até 36 meses.

Para mais informações acesse: Chiquinho Sorvetes

Franquia de Sorveteria – Cold Stone

size_590_cold-stone-loja

A Cold Stone Creamery, rede de sorveterias americana, começou sua chegada ao Brasil através de um máster franqueado, que será responsável pela venda de unidades. A meta é abrir 30 lojas nos próximos quatro anos. Cada unidade deve custar entre 350 mil e 400 mil reais. O carro-chefe da marca são sorvetes personalizados, em que o cliente escolhe os ingredientes que quer colocar na massa. A mistura é feita em uma pedra de granito congelada a -3 graus, método exclusivo da Cold Stone.

Para mais informações acesse: Cold Stone

Franquia de Sorveteria – Freddo

size_590_fachada-da-sorvete

Líder na Argentina, a rede de sorveterias Freddo embarcou neste ano em São Paulo. A loja, inaugurada na Rua Normandia, em Moema, marca o inicio das operações mais intensificadas no país e a busca pela liderança do ramo. A rede chega ao Brasil pelas mãos do grupo de investidores PPGP, como um modelo de franquias. O grupo pretende investir 3 milhões de reais nos próximos três anos para consolidar a marca. A princípio, todas as unidades serão controladas por ele.

Para mais informações acesse: Freddo

Franquia de Sorveteria – IceMellow

size_590_IceMellow

A trajetória de Ivan Almeida e do seu sócio Armando Queiroz Jr. como empreendedores começou há mais de 15 anos. Em 2007, optaram pelo sistema de franchising e as lojas próprias que tinham passaram a ser unidades da rede IceMellow. A inauguração da primeira franquia também pôs em prática a parceria de exclusividade feita com a Kibon, que agrega o peso da marca à rede.

Para mais informações acesse: IceMellow

Franquia de Sorveteria – Sorvete Brasil

size_590_Sorvete-Brasil_loj

Há quase dez anos, Ana Fernandes inaugurou a fábrica da Sorvete Brasil, no Rio de Janeiro. Ela decidiu ampliar o negócio da lanchonete Sanduka, onde trabalhava produzindo a sobremesa. Com o investimento, hoje, existem mais de 70 sabores, oferecidos nas seis lojas e no Sanduka. Há pouco mais de um ano é que a rede virou franqueadora.

O investimento inicial é de 180 mil reais. O faturamento médio mensal fica em 30 mil reais. O prazo de retorno varia de 18 a 36 meses.

Para mais informações acesse: Sorvete Brasil

Franquia de Sorveteria – Sorvete Itália

size_590_original_sorvete-i

O próprio nome faz menção ao início da sorveteria, em 1975, quando os irmãos Salvatore e Orazio Rametta, transformaram em negócio a legítima receita de sorvete italiano. Os sorvetes de produção artesanal eram vendidos em uma loja em Ipanema, no Rio de Janeiro.

A venda de sorvete no copinho ganhou as ruas e chegou às praias cariocas. Alguns anos mais tarde, o sócio Tannous Alouf incrementou a receita do negócio abrindo a fábrica na Estrada da Gávea, na Rocinha, onde começaram a produzir picolés cremosos de frutas.

Quase vinte anos depois, a Sorvete Itália passou por reestruturação e a nova fábrica foi inaugurada em Vargem Grande, com maior capacidade. Em 2000, a marca migrou para o franchising e hoje possui 22 lojas, sendo três próprias. O faturamento médio mensal é de 45 mil reais em um quiosque e 75 mil reais para uma loja. O investimento inicial é de 155 mil reais e 190 mil reais, respectivamente. O prazo de retorno é de 24 meses.

Para mais informações acesse: Sorvete Itália

Deixe um comentário

*