Micro empreendedor individual para o segmento açai e sorvetes

Veja neste artigo os benefícios do programa micro empreendedor individual e como legalizar seu negócio de maneira fácil e sem burocracia. Para quem ainda não conhece o programa micro empreendedor individual, ele visa legalizar pequenos negócios, oferecendo aos interessados inúmeros benefícios, como emissão de notas fiscais, CNPJ, facilidades bancarias como abertura de conta jurídica, aposentadoria, auxilio doença, maternidade e entre outros.

O programa micro empreendedor individual é destinado a inúmeros segmentos, ao qual sempre estamos recomendando aos nossos clientes que revendem nossos produtos de maneira informal, como em carrinho de açai, pequenos quiosques, pequenas sorveterias e clientes que atuam com maquina de açai expresso frozen em pontos estratégicos.

Diferente de montar uma loja de açai com grande demanda, ao qual o empreendedor deverá contratar o serviço de algum escritório de contabilidade, no programa micro empreendedor individual este processo é dispensável, o interessado deverá pagar apenas um taxa em torno de R$ 34,00 mensais, e contará com todos os benefícios citados acima. A seguir mais detalhes sobre o programa micro empreendedor individual, suas vantagens e como se cadastrar.

Micro empreendedor individual

Programa Micro empreendedor individual

É destinado a todas as pessoas que trabalham por conta própria e que pretendem se legalizar como micro ou pequeno empresário. Para aderir ao programa micro empreendedor individual, é importante que o interessado não fature valores acima de R$ 60.000,00 por ano e não possuir participação em outra empresa como sócio ou titular. Ao aderir o programa, o interessado poderá contratar e registrar um empregado, ao qual somente poderá receber um salário mínimo ou receber o piso da categoria.

Vantagens

Entre as vantagens do programa micro empreendedor individual, a que mais chama a atenção, é o registro no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ), o que facilitará na abertura de conta bancária pessoa jurídica, para pedido de empréstimos e a emissão de notas fiscais.

Após a formalização o empreendedor será enquadrado no Simples Nacional e estará isento dos tributos federais (Imposto de Renda, PIS, Cofins, IPI e CSLL). Assim, pagará apenas o valor fixo mensal de R$ 34,90 (comércio ou indústria), R$ 38,90 (prestação de serviços) ou R$ 39,90 (comércio e serviços), que será destinado à Previdência Social e ao ICMS ou ao ISS. Com essas contribuições, o micro empreendedor Individual tem acesso a benefícios como auxílio maternidade, auxílio doença, aposentadoria, entre outros como abordados acima. Abaixo algumas destas vantagens em detalhes.

  • Cobertura Previdenciária

Recursos destinados ao empreendedor e sua família (auxílio-doença, aposentadoria por idade, salário-maternidade após carência, pensão e auxilio reclusão), com contribuição mensal reduzida – 5% do salário mínimo, hoje R$ 33,90.

Com essa cobertura o empreendedor estará protegido em casos de doença, acidentes, além dos afastamentos para dar a luz no caso das mulheres e, após 15 anos, a aposentadoria por idade. A família do empreendedor terá direito à pensão por morte e auxílio-reclusão.

  • Crédito bancário

Com a formalização o Empreendedor terá condições de obter crédito junto aos Bancos, principalmente Bancos Públicos como Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal e Banco do Nordeste. Esses Bancos dispõem de linhas de financiamento com redução de tarifas e taxas de juros adequadas.

Apoio do Sebrae ao micro empreendedor individual

Micro empreendedor individual Sebrae

O Sebrae estará orientando e assessorando o micro empreendedor individual. Serão cursos e planejamentos de negócios com vistas a capacitar os empreendedores, tornando-os mais aptos a manterem e desenvolverem as suas aptidões.

Veja essas e outras vantagens em detalhes neste link.

Como aderir ao programa micro empreendedor individual

Para se cadastrar no programa o interessado poderá acessar de forma gratuita o site www.portaldoempreendedor.gov.br. Após o cadastramento o micro empreendedor individual, já terá o CNPJ e o número de inscrição na Junta Comercial, não sendo necessário encaminhar nenhum documento e nem sua cópia anexada à Junta Comercial.

O micro empreendedor individual também poderá fazer a sua formalização com a ajuda de escritórios de contabilidade que são optantes pelo simples nacional e estão espalhados por todo o Brasil. Essas empresas irão realizar a formalização e a primeira declaração anual sem cobrar nada.

Noticias sobre o programa micro empreendedor individual

No mês de maio de 2013 a Presidente Dilma Rousseff, abordou sobre o assunto, afirmando que já no começo do mês de junho as taxas de juros para empréstimos bancários serão reduzidas, para empresários escritos no programa micro empreendedor individual. Veja publicação completa no portal O Globo, neste link.

O Portal InfoMoney especializado em finanças, publicou no mês de abril de 2013, artigo interessante sobre perguntas e respostas sobre a declaração de imposto de renda, para o micro empreendedor individual, veja a publicação completa neste link.

E o leitor, também deseja se cadastrar no programa micro empreendedor individual? Qual sua opinião sobre o assunto? Deixe um comentário abaixo.

Publicidade:

Compartilhe este artigo:

14 Comentários

  1. EDCLEIA SILVA disse:

    Gostaria de maiores informações sobre o açaí. Qual o investimento inicial?

    • Equipe Mixers Brasil disse:

      Olá Edcleia

      Acesse por favor nossa página de produtos para mais informações.

      Atenciosamente

      Equipe Mixers Brasil

  2. Jonas Gonçalves disse:

    Olá,
    Sou um micro Empreendedor Individual, trabalho com açaí, sou da cidade do Açaí (Tucuruí-PA)e gostaria muito de conhecer as maravilhas das Maquinas Express, fiquei apaixonado com as lindas maquinas da MIXERS

    Atenciosamente,

    Jonas Gonçalves

  3. sueli de oliveira garcia disse:

    Gostaria de começar um empreendimento com açaie sorvete , como procedo com o curso estou começando este empreendimento.
    atenciosamente, Sueli

  4. claudio disse:

    Fabrico sorvetes e picolés e só vendo no balcão não quero mais saber de atacado, fui no sebrae pra me informar pra virar mei e fabricante de sorvetes não se enquadra no mei segundo eles.
    Gostaria de sugerir incluir esta atividade no mei pelo menos quando a pessoa fabrica e só vende no proprio local de fabricação para o consumidor final. Grato!

  5. sergio disse:

    O açaí mixers pronto para consumo deve ser armazenado em -18°, se num mesmo dia eu utilizar o açaí que esteve nesta temperatura, ele deve ser batido no liquidificador ou ele não chega a criar pedras de gelo?

  6. Gleydiane Regina disse:

    ola, gostaria de saber mais sobre o micro empreendedor se alguem puder me orientar , agradeço

  7. sandra disse:

    gostaria de abrir uma empresa o q fazer em fim uma esteica mas alguma coisa q trabalho emtao seria unir ultilao agradavel

  8. célia disse:

    gostaria de saber se a pessoa que está com a carteira assinada ou mesmo recebendo o seguro desemprego?
    pode se cadastrar como microempreendedor sem interferir na suas parcelas do seguro desemprego?

  9. jussara disse:

    gostaria de saber se o microempreededor pode faturar nota fiscal para órgão público? de que forma ele se instala no processo de faturamento ? É preciso aderir a um serviço especializado em informática para desenvolver
    este programa? ou mesmo através do escritório de contabilidade é possível realizar essa função?

  10. Fernanda Aparecida Mendes disse:

    Eu quero montar uma loja, ja sou sacoleira mas ainda nao sei por onde comcar, fazer meu cadastro no micro empreendedor visual e uma boa. E pra me auxiliar com o Sebrae como faco??

  11. rosana da silva toniote disse:

    essas informaçoes foram muito importantes pra mim desejo abrir meu proprio negocio mas ainda nao me decidi

Deixe um comentário!